3 dicas para começar o ano após a separação

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestShare on Google+Email this to someone

Ano novo, vida nova! Se você saiu de um relacionamento recentemente e busca reestruturar sua vida, traçando metas e fazendo novos planos, nada melhor do que algumas dicas para começar o ano após a separação. É o momento de focar em você e renovar as energias para seguir em busca de objetivos.

Seja organizando as finanças ou implementando novos hábitos na sua rotina, é essencial que você tenha em mente que a nova fase da sua vida precisa da sua força de vontade e do seu foco para dar certo. Seguindo algumas dicas para começar o ano após a separação, você aumentará as chances de obter êxito em todos os setores da sua vida.

>> Escritório de direito de família em Florianópolis

Inicie o ano com o pé direito e focado no sucesso da sua vida pessoal e profissional. Nesse post, você encontrará dicas e sugestões para organizar seu dia-a-dia, estabelecer metas, mensurar resultados e incluir novas atividades prazerosas em todos os momentos da sua rotina. Não perca nossas dicas para começar o ano após a separação!

Veja dicas valiosas para começar o ano após a separação

Começar o ano após a separação

Inicie o ano com uma nova perspectiva para a sua vida.

1. Organize suas finanças

Ter as finanças organizadas é indispensável para começar o ano de maneira organizada e planejada, não é mesmo? Se você acabou de passar por uma separação, existem algumas medidas bem simples que podem te ajudar a coordenar a vida financeira e, inclusive, planejar a realização de antigos sonhos, como uma viagem.

Em primeiro lugar, separe contas bancárias e cartões de crédito conjuntos. Também é importante fazer a separação de bens de maneira correta e justa para ambos. Por isso, busque a orientação de um advogado especializado em Direito de Família e comece o ano sem nenhuma pendência.

Após organizar toda a burocracia que faz parte da separação, é hora de agir: crie uma planilha de controle de gastos e faça um planejamento detalhado de todas as contas que precisam ser pagas mensalmente. Esse cuidado permitirá que você tenha seu dinheiro sob controle e evitará dores de cabeça desnecessárias!


Você pode se interessar por esses posts:

Organizar as finanças após a separação: confira algumas dicas

Como funciona a partilha de bens após a separação

Qual a importância do acordo pré-nupcial para a partilha de bens?


2. Trace metas e objetivos a serem cumpridos no novo ano

Para impulsionar suas conquistas e ambições para o ano que está chegando, trace metas e objetivos a serem cumpridos durante os próximos 12 meses. Novas projeções para a sua carreira, cursos que complementem sua formação escolar e acadêmica e aquele projeto pessoal que estava guardado na gaveta há muito tempo: é o momento de colocar tudo em prática!

Ter objetivos claros no início do ano é uma medida que motiva e dá forças para seguir em frente. Com um panorama repleto de possibilidades e desejos, será muito mais fácil obter êxito e correr atrás da felicidade. Organização também é importante na vida pessoal!

3. Insira atividades prazerosas no seu cotidiano

Para começar o ano após a separação, busque realizar atividades prazerosas e engrandecedoras. Renove sua coleção de livros, assista novos filmes e, o mais importante: esteja aberto para as possibilidades que poderão surgir na sua vida daqui para a frente.

Aproveite a positividade do início do ano para adotar novos hábitos! Faça exercícios, planeje viagens e invista em você. Além disso, passe mais tempo com a sua família, amigos e pessoas queridas. Transforme cada momento do seu cotidiano em uma experiência única e valorize cada detalhe.


Gostou do post? Este artigo foi escrito com orientações de Larissa Franzoni, Advogada especialista em Direito de Família e Sucessões, inscrita na OAB/SC sob o nº 22.996. Caso tenhas alguma dúvida com relação ao assunto abordado, fique à vontade para escrever um e-mail: larissa@franzoni.adv.br. Aproveite para curtir nossa fan page no Facebook e para acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Twitter!

LEMBRE-SE: este post tem finalidade apenas informativa. Não substitui uma consulta a um profissional. Converse com seu advogado e veja detalhadamente tudo que é necessário para o seu caso específico.